feiras

  A TECPLASTICO SE ORGULHA PELO GRANDE ACESSO DE VISITANTES E CONTATOS DIÁRIO AO SITE!!SEJAM SEMPRE BEM VINDOS!!.
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 2.7/5 (329 votos)




ONLINE
2




Partilhe este Site...


Teste de Velocidade

feira 2013


O PVC ( Policloreto de vinila )
O PVC ( Policloreto de vinila )


 O PVC

 

Conheça e saiba porque o PVC é o material ideal para as mais diversas aplicações.

O PVC é um produto de grande versatilidade e que está mais presente no nosso dia-a-dia do que podemos imaginar. Suas propriedades, características e relação custo/benefício combinados, revelam suas potencialidades de aplicação, tornando-o um produto de extrema importância para a indústria, mas, sobretudo, para a humanidade.

 

Tubos PVC

 

A fabricação do PVC

O PVC não é um material como os outros. É o único material plástico que não é 100% originário do petróleo. O PVC contém, em peso, 57% de cloro (derivado do cloreto de sódio - sal de cozinha) e 43% de eteno (derivado do petróleo).  

A partir do sal marinho, pelo processo de eletrólise, obtém-se o cloro, soda cáustica e hidrogênio. A eletrólise é a reação química resultante da passagem de uma corrente elétrica por água salgada (salmoura). Assim se dá a obtenção do cloro, que representa 57% da resina de PVC produzida.  

O petróleo, que representa apenas 43% desta resina, passa por um caminho um pouco mais longo. O primeiro passo é uma destilação do óleo cru, obtendo-se aí a nafta leve. Esta passa, então, pelo processo de craqueamento catalítico (quebra de moléculas grandes em moléculas menores com a ação de catalisadores para aceleração do processo), gerando-se o eteno. Tanto o cloro como o eteno estão na fase gasosa e eles reagem produzindo o DCE (dicloro etano).   

A partir do DCE, obtém-se o MVC (mono cloreto de vinila, unidade básica do polímero. O polímero é formado pela repetição da estrutura monomérica). As moléculas de MVC são submetidas ao processo de polimerização, ou seja, elas vão se ligando formando uma molécula muito maior, conhecida como PVC (policloreto de vinila), que é um pó muito fino, de cor branca, e totalmente inerte.

A principal matéria-prima do PVC é o sal marinho, um recurso natural renovável. Veja abaixo o fluxograma de fabricação do PVC e sua fórmula química:

Fluxograma

 

 As principais características do PVC

O PVC é:

 

  •   Leve (1,4 g/cm3), o que facilita seu manuseio e aplicação;
  •   Resistente à ação de fungos , bactérias, insetos e roedores;
  •    Resistente à maioria dos reagentes químicos;
  •   Bom isolante térmico, elétrico e acústico;
  •    Sólido e resistente a choques;
  •   Impermeável a gases e líquidos;
  •   Resistente às intempéries (sol, chuva, vento e maresia);
  •    Durável: sua vida útil em construções é superior a 50 anos;
  •   Não propaga chamas: é auto-extinguível;
  •    Versátil e ambientalmente correto;
  •    Reciclável e reciclado;
  •    Fabricado com baixo consumo de energia.

MoleculA DO PVC

 A vida útil dos produtos de PVC

A maioria dos produtos de PVC (perfis de janelas, tubos de distribuição de água e de saneamento, revestimento de cabos entre outros) tem uma vida útil muito longa. Por outro lado, as embalagens de PVC têm curto tempo de utilização, por serem descartáveis. No entanto, a proporção dos plásticos nos aterros sanitários é baixa (em média, 6% do peso total), sendo que o PVC, que é reciclável, representa apenas, em média, 0,8% desse total.O ciclo de vida útil dos produtos à base de PVC é:

 

  •   De 15 a 100 anos em 64% dos produtos;
  •   De 2 a 15 anos em 24%;
  •   Até 2 anos em 12% dos produtos.

Interiores

 

 

Após o uso dos produtos fabricados à base de PVC, os processos de reciclagem mecânica e a energética são duas maneiras eficientes de reaproveitá-lo. Leia mais a respeito do reaproveitamento e reciclagem do PVC na seção 'meio ambiente', no menu principal.

 

     O que faz o PVC ser tão importante para a humanidade?

 

São suas propriedades, características, relação custo/beneficio. Combinados, esses aspectos revelam suas potencialidades de aplicação.

 

O PVC é largamente utilizado tanto na área médica e alimentícia quanto na construção civil, embalagens, calçados, brinquedos, fios e cabos, revestimentos, indústria automobilística, etc., onde sua presença tem se mostrado tão necessária quanto indispensável.

 

Isto tudo pelo fato do PVC ser um plástico versátil, resistente, impermeável, durável, inócuo e 100% reciclável; não se corrói, é isolante térmico e acústico e não propaga fogo, podendo ser produzido em qualquer cor, desde transparente até opaco e de rígido a flexível.

 

O seu maior uso é na construção civil, segmento que necessita de produtos competitivos, econômicos energeticamente e de longa vida útil. O ciclo de vida útil dos produtos de PVC varia de 15 a 100 anos, sendo a média superior a 60 anos.

 

Na área médica, onde é utilizado há várias décadas, não existe produto melhor e mais seguro para ser usado em bolsas de sangue e soro, tubos endotraqueais, catéteres cardiovasculares, entre várias outras aplicações.

 

Essas são algumas das razões pelas quais o PVC terá um futuro duradouro, pois dadas as suas mais variadas aplicações e onipresença no cotidiano das pessoas, tornou-se um produto indispensável à vida contemporânea.

Cores de PVC

 

O PVC faz parte de nosso cotidiano

O PVC ocupa lugar de destaque entre os materiais plástico presentes no nosso cotidiano. Ele tem papel importante na indústria e na sociedade pois está nas mais diversas aplicações, desde produtos médico-hospitalares e embalagens para alimentos até peças de alta tecnologia, como as usadas em equipamentos espaciais, passando por produtos aplicados à habitação e saneamento básico, dentre diversos outros setores. A cada instante, onde encontramos conforto e modernidade, encontramos o PVC. Sua presença tornou-se tão familiar que nem mais a notamos.

 

O PVC é atóxico, leve, sólido, resistente, impermeável, estável e não propaga chamas. Tem qualidades que o tornam adaptável a múltiplos usos, da garrafa ao painel do carro, sendo o único plástico utilizado para a fabricação de bolsas de sangue. Sem dúvida, ele é parte integrante do nosso dia-a-dia.

 

        E onde está o PVC?

ferramentas

 

O PVC pode ser rígido ou flexível, opaco ou transparente, brilhante ou fosco, colorido ou não. Estas características são obtidas com a utilização de plastificantes, estabilizantes térmicos, pigmentos, entre outros aditivos, usados na formulação do PVC. Após formulado, obtém-se os compostos de PVC que são utilizados na fabricação de uma série de produtos, tais como:

Produtos médico-hospitalares: embalagens para medicamentos, bolsas de sangue (sendo o material que melhor conserva o sangue), tubos para transfusão e hemodiálise, artigos cirúrgicos,  além de pisos de salas onde é indispensável o alto índice de higiene;  

Janelas: oferecem excelente resistência às mudanças de clima e à passagem dos anos, mesmo em ambientes corrosivos (por exemplo, beira-mar), em áreas rurais ou urbanas;

Pisos e revestimentos de paredes: peças decorativas, resistentes e facilmente laváveis;

Brinquedos e artigos infláveis: bolas, bóias, colchões e barcos, etc.;

Artigos escolares: facilmente moldados, têm grade variedade de aspectos (cor, brilho, transparência) e baixo custo;

Embalagens: usadas para acondicionar alimentos, protegendo-os contra umidade e bactérias. Estas embalagens são impermeáveis ao oxigênio e ao vapor, dispensando, assim, o uso de conservantes, preservando o aroma;

Tecidos espalmados decorativos e técnicos: usados principalmente para móveis, vestuários, malas e bolsas;

Garrafas para água mineral: leves e transparentes;

Estruturas de computadores: assim como peças técnicas destinadas à indústria eletrônica;

Automóveis: aplicado a revestimento de interiores devido à sua facilidade de moldagem e de manutenção;

Tubos e conexões: utilizados na canalização de água (potável ou não) e esgotos, pois são resistentes e facilmente transportados e manipulados graças ao seu baixo peso. No caso da água potável evita contaminações externas e previne perdas por vazamento, devido à fácil e eficiente soldagem entre os tubos e as conexões.  Também são muito utilizados em sistemas de irrigação, de redes subterrâneas e de superfícies a tubulações e filtros para poços profundos e minas, além de redes de drenagem agrícolas e de estradas;

Mangueiras: são flexíveis, transparentes e coloridas;

Laminados: utilizados para embelezar e melhorar painéis de madeira e metal. Resistem bem ao  tempo, aos raios ultravioletas, à corrosão e à abrasão;

Laminados impermeáveis: utilizados em piscinas, túneis, tetos, etc e também para a impermeabilização de aterros sanitários, protegendo o solo e lençóis freáticos;

Frascos para acondicionar cosméticos e produtos domésticos: por sua impermeabilidade e resistência a produtos químicos e ótima relação custo benefícios na hora da troca de moldes, além de facilitar o design;

Móveis de jardim: têm grande resistência às variações climáticas e são de fácil manutenção.

 

Jardim

 

O PVC na construção civil e arquitetura

  Esses são segmentos que são responsáveis pelo consumo de mais de 60% do mercado brasileiro do PVC. No mundo o percentual se mantém similar. Versatilidade, facilidade de design, durabilidade, baixa manutenção, são algumas das características que fazem com que o PVC conquiste cada vez mais espaço em edificações e obras públicas. Veja abaixo onde ele é  utilizado:

 

  •   Calhas;                                                                
  •   eletrodutos;
  •   Esquadrias, portas e janelas;
  •   Recobrimentos de fios, cabos elétricos;
  •   Forros e divisórias;
  •   Galpões infláveis e estruturados;
  •   Mantas de impermeabilização;
  •   Persianas e venezianas;
  •   Pisos;
  •   Revestimento de piscinas;
  •   Redes de distribuição de água potável domiciliar e pública;
  •   Redes de saneamento básico domiciliar e público;
  •   Revestimento de paredes (siding e papel de parede).

jardim

 

                                 

                                              < Voltar ao Menu >

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Plastech 2013

 

 


 

topo